Filho de João de Deus é preso acusado tentar comprar testemunha com pedras preciosas

A polícia de Goiás prendeu na manhã deste sábado um dos filhos de João de Deus, Sandro Teixeira de Faria, em Anápolis, a 55 km de Goiânia, acusado de coação e corrupção de testemunhas. Segundo informou a TV Anhanguera, o médium, que está preso desde dezembro acusado por abuso sexual, também responde pelo crime.

Segundo o promotor do Ministério Público Augusto César de Souza, um dia após um abuso sexual por João de Deus em 2016 ter sido registrado, o médium e o filho dele, que já estariam cientes do boletim policial, tentaram “comprar” a testemunha, diz o Extra.

De acordo com Souza, João de Deus e o seu filho, que estava armado, foram até a cidade da vítima, no norte do estado (de Goiás), e ofereceram pedras preciosas no valor de R$ 15 mil a uma das testemunhas que acompanhou a vítima, para que fosse retirado o registro.

A denúncia foi registrada no dia 24 de janeiro. De acordo com a TV Anhanguera, a Justiça entendeu que a prisão de Sandro Teixeira de Faria era necessária.

Até o momento, o Ministério Público já apresentou à Justiça de Abadiânia um total de quatro denúncias contra o médium. João Teixeira de Faria está preso há mais de 1 mês no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da Capital. Ele nega os crimes.

A defesa de Sandro não foi localizada para se manifestar.

02/02/2019