Peça teatral ‘O Centenário’ estreia hoje, dia do aniversário de 108 anos do Deodoro

No grande dia em que o Teatro Deodoro completa 108 anos de existência, outros dois marcos são celebrados no palco: os 50 anos de carreira dos atores, diretores, produtores e dramaturgos José Márcio Passos e Homero Cavalcante. Para contar muitas das histórias vividas e brindar o teatro alagoano, eles estreiam a peça ‘O Centenário’, nesta quinta-feira (15), às 20h, no Deodoro, com entrada gratuita.

José Márcio Passos e Homero Cavalcante assinam a direção, dramaturgia, produção e também integram o elenco do espetáculo com os atores Erick Hanon, Marilane Miranda, Marcondes Bertoni e Kadu Oliveira.

A peça conta a trajetória de irmãos gêmeos centenários, que revelam experiências vividas pelos atores José Márcio Passos e Homero Cavalcante ao longo de meio século dedicado ao teatro, resgatando também muitos acontecimentos da história de Alagoas.

Os personagens, quando crianças, são testemunhas das festividades do centenário da Independência do Brasil, período em que dão início às suas vidas como atores. Exatamente 100 anos após esses acontecimentos, eles voltam ao que chamam de província para festejar o centenário de seus nascimentos.

“’O Centenário’ surgiu de uma vontade minha e do Homero de produzir algo para marcar o nosso aniversário de 100 anos, meus 50 anos e os 50 anos dele de teatro, de batalha, de trabalho e dessa irmandade que se estabeleceu entre nós. Então, nos encontrando e batendo papo, veio a ideia de fazer um texto sobre dois irmãos gêmeos para representar a nossa fraternidade nesse tempo todo e que eles tivessem 100 anos porque significa a soma de nossas experiências”, explicou José Márcio Passos.

Para contar essa história, o espetáculo vem carregado de bons sentimentos e emoção. “É um texto poético, engraçado, com saudade, cheio das memórias desse tempo todo e com o grande amor que a gente tem pelo teatro e pelas pessoas que fazem o teatro. O amor ao teatro, essa coisa mágica, que transforma o mundo, esse é o norte”, acrescentou José Márcio.

Os atores também falaram sobre a relação com o Teatro Deodoro nesses 50 anos, marcada por muito afeto. “A gente fica muito feliz em estrear exatamente no dia 15, aniversário do Deodoro. Eu acho esse teatro fantástico, onde já vi muitos espetáculos interessantes. Temos amor por este palco, este lugar mágico e esse momento é emocionante, um privilégio para a gente”, revelou Homero Cavalcante.

José Márcio Passos frequenta o teatro desde a infância. “Eu morava na rua de trás, a Dias Cabral, a minha diversão era na frente do teatro. Eu sempre entrava, ficava observando o cenotécnico pintando o cenário, seu Cabral, uma pessoa simples, boníssima e com um carinho muito grande pelas pessoas, pai do Ronaldo que hoje atua na mesma função. O Deodoro fez parte da minha adolescência, até que eu comecei a fazer teatro aos 17 anos e cá estou com 50 anos de carreira e o Deodoro com 108”, contou Zé Márcio.

A programação em homenagem aos 108 anos do Teatro Deodoro, patrimônio cultural de Alagoas, organizada pela Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas, Diteal, vai até sábado. Os detalhes sobre as próximas atrações podem ser conferidos no site www.diteal.al.gov.br.

Serviço:

Aniversário de 108 anos do Teatro Deodoro – Espetáculo ‘O Centenário’, com José Márcio Passos e Homero Cavalcante

Quando – Quinta-feira (15), às 20h

Local – Teatro Deodoro, Centro de Maceió

A entrada é gratuita.

Ascom – 15/11/2018